Frases para Facebook

Frases sobre "bhagavadgita"

"Nunca houve um tempo em que Eu não existisse, nem tu, nem todos esses reis; e no futuro nenhum de nós deixará de existir." (Bhagavad-Gitã 2.12)

"Assim como neste corpo, a alma corporificada seguidamente passa da infância à juventude e à velhice, do mesmo modo, chegando a morte, a alma passa para outro corpo. Uma pessoa ponderada não fica confusa com essa mudança." (Bhagavad-Gitã 2.13)

"Deves saber que aquilo que penetra o corpo inteiro é indestrutível. Ninguém é capaz de destruir a alma imperecível." (Bhagavad-Gitã 2.17)

"O corpo material da entidade viva indestrutível, imensurável e eterna de certo chegará ao fim; portanto, luta, ó descendente de Bharata." (Bhagavad-Gitã 2.18)

"Para a alma, em tempo algum existe nascimento ou morte. Ela não passou a existir, não passa a existir e nem passará a existir. Ela é não nascida, eterna, sempre-existente e primordial. Ela não morre quando o corpo morre." (Bhagavad-Gitã 2.20)

"Assim como alguém veste roupas novas, abandonando as antigas, a alma aceita novos corpos materiais, abandonando os velhos e inúteis." (Bhagavad-Gitã 2.22)

"A alma nunca pode ser despedaçada por arma alguma, tampouco pode ser queimada pelo fogo, umedecida pela água ou enxugada pelo vento." (Bhagavad-Gitã 2.23)

"Essa alma individual é inaquebrável e indissolúvel, e não pode ser queimada nem seca. Ela é permanente, está presente em toda parte, é imutável, imóvel e eternamente a mesma." (Bhagavad-Gitã 2.24)

"Diz-se que a alma é invisível, inconcebível e imutável. Sabendo disto, não te deves afligir por causa do corpo." (Bhagavad-Gitã 2.25)

"Alguém que nasceu com certeza morrerá, e após a morte ele voltará a nascer. Portanto, no inevitável cumprimento do dever, não deves te lamentar." (Bhagavad-Gitã 2.28)

Veja mais

Últimas do Blog

Você vem sempre aqui?

Acesse HoroscopoSigno.com diariamente e veja a Previsão do seu Signo grátis!